Blog

Bebés, Fraldas e Ambiente

Bebés, Fraldas e Ambiente

A chegada de um bebé à família é um momento transformacional que acompanhado de muita felicidade traz consigo uma enorme pegada ecológica.

Em média, nos três primeiros anos de vida de um bebé são utilizadas e descartadas aproximadamente 5.500 fraldas.

Este elevado número é problemático devido à composição das fraldas descartáveis se basear em pasta de celulose, polímero superabsorvente, polipropileno e polietileno completados com fitas, elásticos e adesivos. Para os quais são necessários: árvores, petróleo, muita água, produtos químicos variados e energia.

Devido a esta mesma composição cada fralda descartável demora cerca de 450 anos a decompor-se, o que significa que desde que foram inventadas ainda nenhuma se decompôs!

A adicionar à enorme quantidade de resíduo criado pela utilização deste tipo de fraldas, um estudo realizado pela agência francesa ANSES (Agência Nacional de Segurança Sanitária da Alimentação do Meio Ambiente e do Trabalho) analisou 30 marcas de fraldas descartáveis e identificou a presença de 60 substâncias tóxicas, algumas das quais presentes nos materiais em direto contacto com a pele.

Perante a indispensabilidade deste artigo no dia-a-dia de um bebé é fundamental uma mudança de comportamentos. Uma solução passa pela utilização de fraldas reutilizáveis.

Estas fraldas são compostas por várias camadas de tecidos e complementadas pela utilização de absorventes (também com várias camadas de tecido) com o objetivo de permitir a utilização da fralda em si por um período mais alargado de tempo, trocando apenas o absorvente.

A sua utilização é muito simples apenas envolve a remoção das necessidades sólidas, caso existam, uma pré-lavagem à mão dos tecidos, lavar à máquina primeiramente num ciclo curto frio, posteriormente num ciclo longo a 40ºC e secar ao ar.

Devido à sua composição em tecido estas fraldas apresentam uma durabilidade de aproximadamente 3 anos e o número de fraldas necessárias até ao desfralde depende do modelo utilizado, pois normalmente variam consoante o peso e idade da criança.

Relativamente ao investimento financeiro necessário, e utilizando as estimativas do nosso parceiro Kings of My Castle, até aos 3 anos de idade é possível despender entre 500€ a 900€ (dependendo da quantidade e aquisição de material extra), enquanto com a aquisição de fraldas descartáveis o valor pode variar entre 1500€ a 3000€ dependendo das marcas utilizadas.

Compreendemos a necessidade de um maior investimento inicial, mas não somos indiferentes à poupança a médio prazo, nem à redução drástica de resíduos contaminantes e nem à melhoria do bem-estar dos bebés, pois a sensação de vestir plástico desaparece, assim como assaduras e eventuais dermatites de contacto provocadas pela composição das fraldas descartáveis.

Por todos estes fatores a Murta decidiu investir, ainda este ano, em fraldas reutilizáveis e absorventes em parceria com um produtor artesanal e português.

Visitem a Loja, conheçam os modelos disponíveis e introduzam o vosso bebé a um mundo mais saudável e sustentável!

Fotografia de PublicDomainPictures do diretório de fotografias Pixabay.



×